• 28.10.2015 - 18:12 -
  • Definida a delegação brasileira nas Olimpíadas do Kart
  • Final mundial dos motores Rotax será disputada entre 8 e 14 de novembro, em Portugal

  • Rotax preza pela equalização dos equipamentos em sua "Olimpíadas do Kart". (Foto: rotax-kart.com)

    Rotax preza pela equalização dos equipamentos em sua “Olimpíadas do Kart”. (Foto: rotax-kart.com)

    Estão definidos os nomes dos pilotos que farão parte da delegação Brasileira durante o Rotax Max Challenge Grand Finals, que será realizado entre os dias 8 e 14 de novembro, em Portimão, Portugal. As Olimpíadas do Kart, como é conhecido o torneio internacional, reúne cerca de 300 pilotos, de mais de 50 países, divididos em 4 categorias e disputam quem é o melhor piloto do mundo. Neste ano, o Brasil terá uma equipe de peso, com 11 competidores, entre eles o ex-piloto de Fórmula 1, Rubens Barrichello.

    Neste evento mundial, o piloto só garante sua participação se for campeão nacional ou internacional de alguma competição Rotax pelo mundo. Assim, o RMC Grand Finals reúne os melhores pilotos de cada País em uma disputa eletrizante.

    Neste ano, o Brasil terá uma delegação composta por grandes nomes do kartismo nacional e até mesmo do automobilismo mundial. Os competidores se classificaram em quatro campeonatos diferentes.

    Logo no início do ano, o primeiro classificado foi o catarinense Leonardo Nienkotter, que conquistou a vaga na DD2 Masters ao ser campeão do Flórida Winter Tour, nos Estados Unidos. Nienkotter tem um currículo de peso, com passagens por categorias de Turismo e a Fórmula 3000, além de possuir vários títulos no Kart.

    No mês de Julho, durante o Campeonato Sul-Americano de Kart Rotax realizado em Florianópolis (SC), mais três nomes foram conhecidos. João Rosate, uma das jovens revelações do kartismo nacional, Fernando Guzzi, conhecido como Mister Rotax por sua sequência de títulos Nacionais e Internacionais na categoria e Rubens Barrichello, que dispensa apresentações, venceram uma verdadeira batalha contra mais de 60 pilotos estrangeiros para conquistar suas vagas.

    Em setembro, mais quatro pilotos carimbaram seus passaportes para Portugal. O Festival Brasileiro Rotax, realizado no Kartódromo de Interlagos, em São Paulo, colocou os pilotos Thiago Lopez, Luca Travaglini, Nelson Stanisci e Renato Russo, o maior recordista de títulos do kartismo nacional, no Time Brasil.

    Lopez conseguiu o título na disputada Jr Max e Travaglini na Rotax Max. Russo e Stanisci, foram vice-campeões no Festival e herdaram a vaga, sem nenhum demérito, dos campeões de suas respectivas categorias, Fernando Guzzi e Rubens Barrichello, que já haviam garantido suas vagas no Sul-Americano Rotax.

    No início de outubro definiram-se as três últimas vagas que estavam em jogo, com a etapa final da Copa Rotax na Granja Viana. Caio Collet na Jr Max, Lucas Souza na Max e Roberto Azana na DD2 Masters fecharam o Time Brasil 2015.

    “Acredito que o Brasil tem a maior e mais bem preparada comitiva jamais vista em eventos deste porte. O time deste ano é excelente, com um histórico de títulos impressionante em qualquer país. Seremos a única delegação a ter um ex-piloto de Fórmula 1 competindo. O padrão Rotax atrai pilotos extremamente competitivos que buscam medir suas habilidades com os melhores do mundo em igualdade de condições. O time Brasil vai se divertir muito, será fantástico”, comentou Wilton Santos Junior, diretor da Mach 5 Karting, detentora dos direitos da Rotax no Brasil e Paraguai.

  • Autor:
  • Ricardo Belussi - SÃO PAULO - SP

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>